Apostolado Caminho do Cordeiro

cordeiroCoordenador: Gilson Rufino

K: Conte-nos a respeito da forma de atuação do Caminho do Cordeiro.

O Caminho do Cordeiro é composto de 3 frentes:

  1. Oracional: um convite a todas as outras Pastorais do Santuário, para que as equipes possam, em suas atividades, se conscientizar cada vez mais de que estão a serviço de Deus, evitando todo “ativismo” que pode levar a consequências desastrosas, como o esfriamento da fé. A intenção é prover“alimento espiritual” para os líderes das Pastorais, envolvendo-os na moção do Espírito Santo, levando a Igreja ao conhecimento da Verdade, dando-lhes discernimento daquilo que é o Projeto de Deus para os homens e mulheres atuantes neste Santuário.
  2. Formativa: garantir às pessoas que já servem no Santuário,sólida formação teológica e doutrinal, favorecendo um conhecimento mais aprofundado, pois “ninguém ama aquilo que não conhece”. Para os que procuram a Igreja pela primeira vez, apresentar-lhes a Igreja de Cristo é a nossa missão, esclarecendo suas dúvidas,para que sejam nutridos pelo Evangelho e possam, assim, perscrutar a Sã Doutrina de Cristo.
  3. Acolhimento: as pessoas que procuram a Igreja são acolhidas e convidadas para participar de formações e, uma vez capacitados, possam integrar os trabalhos junto à Comunidade do Santuário, de acordo com suas aptidões e carismas.

Que fatores levaram à constituição desta Pastoral?

O Caminho do Cordeiro nasceu a partir de um anseio por parte de membros do Santuário, juntamente com o Reitor, Padre Flávio Miguel Júnior que, devido ao rápido crescimento da comunidade atuante, constatou a necessidadede prover esta formação aos fiéis leigos, possibilitando maior maturidadeespiritual, permitindo uma fé sólida, sem “infantilismos” e fantasias, mas real e contagiante.

Qual é o foco do trabalho do Caminho do Cordeiro atualmente?

Dentre os trabalhos realizados pela Pastoral, o que vem atuando com maior intensidade é o Plantão de Oração Divino Mestre, que acontece todas as 3as feiras, a partir das 20h, no Santuário São Judas Tadeu.

O Plantão de Oração é destinado a todos os que precisam de alívio espiritual, de acolhimento, de amparo. Como funciona este serviço?

Atualmente o grupo é composto pelos “Servos”, que dão atendimento/aconselhamento espiritual, mais os“acolhedores”, que recebem e dão boas-vindas aos que vêm até o Santuário, e os“intercessores”, que permanecem na Capela do Santíssimo Sacramento, em Adoração, intercedendo pelo Plantão de Oração.Esta equipe é composta por cerca de 30 membros.

O objetivo do Plantão é acolher, num processo de escuta, aqueles que vivem momentos de fragilidade espiritual, problemas familiares ou que têm a necessidade de partilhar suas histórias. Buscamos dar-lhes direção, orientação, ajudando-os a encontrar caminhos possíveis de serem percorridos, evangelizando de acordo com o que Nosso Senhor nos ensinou: que se dissipe a cegueira espiritual, que se abram os ouvidos daqueles que não ouvem, que os cativos sejam libertos e, principalmente,que a Boa-Nova de Jesus seja levada aos que se perderam, e que possam reencontrar a Vida que o próprio Senhor nos revela quando a Ele buscamos com retidão e de coração sincero.

O Plantão Divino Mestre é um atendimento individual. E quanto ao atendimento às Equipes de Pastorais? Existe algum trabalho direcionado aos grupos atuantes na Paróquia, em geral?

Sim! A Pastoral dos Pregadores, da qual todas as Pastorais (Pastoral dos Noivos, Familiar, Legitimação, Batismo, Catequese Batismal, etc.) podem e devem usufruir do serviço de Palestras ou Pregações. São pessoas capacitadas para levar a Palavra de Deus com o profetismo que Esta exige, em conformidade com o ensinamento do Magistério da Igreja. A Comunidade é feita de um substrato valioso que compreende a Fé, a Esperança e a Caridade, na partilha, e esses Dons de Deus devem ser sempre dilatados entre os que integram a Comunidade.

Além deste trabalho, também enviaremos membros do Caminho do Cordeiro às reuniões das equipes de pastorais que nos convidarem para fazer um profundo momento de espiritualidade com os integrantes, de forma que o coordenador também possa participar e usufruir com tranquilidade, podendo interagir com os membros da pastoral que coordena. O membro do Caminho do Cordeiro não permanecerá na reunião após a espiritualidade, de maneira que a equipe poderá tratar dos assuntos de ordem prática de sua Pastoral.

Quantas pessoas são atendidas, em média, por mês, no Plantão de Oração?

Acolhemos cerca de 80 pessoas todo mês, mas este número tem aumentado devido aos testemunhos que as pessoas dão a seus familiares e amigos.

Quem pode se beneficiar do acolhimento no Plantão Divino Mestre?

O serviço é destinado a todos os que buscam alívio espiritual. Estamos num mundo de “feridos”, que precisam de perdão e amor. Ao nos procurar, receberão toda atenção de que precisam, um ombro amigo, uma oração que lhes dará discernimento para seguir em frente, para se levantar e caminhar em liberdade como filhos de Deus.

Existe alguma dificuldade a ser superada pela Pastoral Caminho do Cordeiro?

A grande dificuldade é que talvez nem todos conheçam o belíssimo trabalho que vem sendo desenvolvido, e assim deixam de se beneficiar espiritualmente desta obra. Estamos à disposição para servir à Comunidade e àss Pastorais, bastando que os coordenadores/líderes nos procurem nos dias do Plantão ou por telefone, seja para serem acolhidos individualmente, seja para nos consultar sobre os serviços de Formação e Oração nas equipes de Pastorais.

Testemunho:

Procurei o Plantão de Oração Divino Mestre no Santuario São Judas Tadeu num momento em que havia tomado uma decisão bem radical em minha vida, pois nos últimos meses estava agitada, tudo muito intenso, muitos afazeres, muitos compromissos, sem contar toda a agenda familiar. Apesar de ter tomado a decisão de “sossegar” um pouco, e de ter cortado atividades muito importantes para mim, precisava me confortar, pois tudo o que eu queria naquele momento era chorar, estava num profundo desalento. Cheguei num ponto de estresse muito grande, não dava mais conta de nada, fazia tudo correndo, tudo pela metade. Não conseguia terminar nada do que começava…. é como se eu sofresse da “Síndrome de Marta”, sempre ocupada e preocupada! Fui recebida por duas intercessoras com um amor tão doce!! Desabafei com elas o que eu estava passando, inclusive vinha sentindo tonturas e meu ouvido estava tampado, além da insônia já fazia alguns dias. As Servas me escutaram com muita atenção e dedicação, e em seguida, oraram por mim e por minha família, e senti muito forte em meu coração que eu tinha tomado a decisão correta, e reconheci que havia mesmo chegado ao meu limite! Durante a oração, toda a contaminação espiritual me deixava, ia embora, eu me sentia cada vez mais leve, voltava a minha luz interior, o Espírito Santo me consolava e me dava discernimento. Naquela noite, em casa, adormeci com facilidade, acordei disposta e pronta para continuar minha vida no novo capítulo que começava. A Graça de Deus está novamente fluindo em meu ser, e eu agradeço imensamente essa doação, essa disponibilidade, esse “sim” dos Servos do Plantão de Oração Divino Mestre. Que Deus os abençoe infinitamente. (P.T.V)